13 de dezembro de 2017

Camponovense na Confederação Nacional da Agricultura

Em solenidade prestigiada pelo presidente da República Michel Temer, o presidente da Federação da Agricultura e Pecuária de Santa Catarina (Faesc) José Zeferino Pedrozo assumiu, nesta terça-feira (12), em Brasília, o cargo de 1º vice-presidente de finanças da maior entidade de representação do agronegócio nacional – a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA). Para a presidência foi reconduzido João Martins, da Bahia.

Pedrozo está vinculado ao associativismo há mais de 40 anos. Natural de Campos Novos (SC), graduou-se em Administração de Empresas. Dirigiu a Cooperativa do Rio do Peixe e o Sindicato Rural de Joaçaba. Na década de 1980/90, cedeu à convocação das cooperativas e elegeu-se deputado estadual por duas legislaturas. Também foi vice-presidente e presidente da Cooperativa Central Aurora Alimentos.

O dirigente enfatizou que a CNA fará a defesa técnica e política da agricultura nacional, com olhar sobre todas as cadeias produtivas. Insistirá no aperfeiçoamento dos planos-safra para que os recursos destinados ao financiamento da produção e aos investimentos estejam assegurados e disponíveis no momento certo. Continuará propugnando pela contínua melhoria do sistema de controle sanitário.


O presidente da Faesc e vice da CNA lembrou que a agropecuária brasileira foi, em 2017, mais uma vez, a locomotiva do desenvolvimento da economia nacional. Gerou um saldo positivo de 93 mil novas vagas no campo. Produziu alimentos abundantes e acessíveis – só grãos foram 238 milhões de toneladas – que impactaram diretamente na queda da inflação. O IPCA deste ano deve ficar em 3,03%, o mais baixo desde 1998. Nesse período, o agro respondeu por 45% das exportações brasileiras e representou uma fatia de 23,5% do PIB nacional. Em 2018, o agronegócio dará uma contribuição ainda maior e responderá por 50% das exportações do País.



Comentários
0 Comentários