21 de julho de 2017

Com alta de imposto anunciada pelo governo, gasolina deve subir R$ 0,41

O aumento da tributação sobre os combustíveis, anunciado nesta quinta-feira (20) pelo governo federal, vai pesar mais no bolso de quem abastece com gasolina. Se o reajuste for integralmente repassado para o consumidor, o litro do combustível deve ficar R$ 0,41 mais caro.

Nesta quinta, o governo anunciou que a alíquota do PIS/Cofins incidente sobre a gasolina passará de R$ 0,3816 para R$ 0,7925 por litro. A medida entrará em vigor imediatamente, por meio de decreto publicado em edição extraordinária do Diário Oficial da União.

Em nota conjunta, os ministérios da Fazenda e do Planejamento afirmaram que o reajuste é "absolutamente necessário tendo em vista a preservação do ajuste fiscal". Segundo o texto, o aumento vai gerar, até o final do ano, uma receita adicional de R$ 10,4 bilhões.

No mesmo decreto, o governo anunciou reajuste da tributação sobre o diesel, que subirá em R$ 0,21 – passando de R$ 0,2480 para R$ 0,4615 nas refinarias. Já o etanol subirá R$ 0,1964 por litro.

O governo também divulgou um contingenciamento de mais R$ 5,9 bilhões de despesas obrigatórias do Orçamento. Os novos cortes serão detalhados na sexta-feira.


GAÚCHA, COM AGÊNCIA BRASIL



Comentários
0 Comentários