29 de maio de 2015

EEB Gasparino Zorzi transfere turmas para Salão da Capela São Sebastião

Na quarta-feira (27) o secretário de desenvolvimento regional da SDR Campos Novos, Vilibaldo Erich Schmid juntamente com o engenheiro da Secretaria, Renato Dalmolin Dal Bosco, a gerente de Educação, Patricia Tomazoni Pelentir, o consultor jurídico, Dercílio Correa e o engenheiro civil Sadi Jacomel, participaram de reunião com membros da Comissão Especial de Pais, Associação de Pais e Professores – APP e direção da EEB Coronel Gasparino Zorzi, de Campos Novos, para tratar de assuntos referentes à necessidade de construção de nova ala na Escola.

A principal questão, segundo o secretário regional, é garantir a segurança dos alunos, e por isso, foi acatada a decisão dos pais de transferir estes alunos para o Salão da Capela São Sebastião, nas proximidades da unidade escolar. Essa transferência deve acontecer ainda nesta semana, e a partir da próxima segunda-feira (01), as aulas do Ensino Fundamental Séries Iniciais já devem acontecer nas novas instalações.

Essa medida foi tomada porque o laudo técnico emitido pelo perito contratado para inspecionar a obra, o engenheiro Sadi Jacomel,  atestou que a estrutura das salas inspecionadas estão comprometidas. “Depois de uma minuciosa análise solicitada por esta secretaria, o engenheiro Sady Jacomel, junto com o engenheiro da SDR Campos Novos, Renato Dalmolin, chegaram à conclusão que as salas devem ser desocupadas. E é isso que estamos fazendo neste momento.”, explicou o secretário regional.

A ala que foi desocupada abriga cinco salas de aula atualmente. A nova ala, que deve ser construída pelo Governo do Estado, e que está em fase final de projeto, contempla nove novas salas de aula, um auditório, banheiros nos pisos superior e inferior e ainda rampas de acessibilidade.

 No Salão da Capela, serão acomodadas as turmas de 1º a 5º ano. Essa decisão foi tomada pela Gerência de Educação da SDR em conjunto com a Direção da unidade escolar, pensando em facilitar o andamento das aulas sem comprometer o aproveitamento de tempo dos alunos. “Como os professores de turma das séries iniciais permanecem por todo o período com os alunos, optamos por deslocar o ensino fundamental. Isso evita o deslocamento de professores de um espaço escolar para o outro e então, a perda de tempo do horário letivo das turmas.”, disse a gerente de educação, Patrícia Tomazoni Pelentir.

Segundo a diretora da Escola, Solanje Gotardo Togni, no ano de 2004, quando a escola foi reformada, toda a estrutura escolar foi levada para este espaço do Salão, que agora está pronto para receber cinco turmas apenas. “Em 2004 nossos alunos ficaram por um ano no Salão Paroquial. Agora, cinco turmas estarão instaladas neste espaço, que conta com três salas que foram aproveitadas e outras duas que foram feitas com o uso de divisórias. No local também temos banheiros disponíveis e uma cozinha, que possibilita preparar diariamente para os alunos a merenda escolar”, finalizou.




Comentários
0 Comentários