16 de abril de 2015

Corpo encontrado é da jovem Mariane Telles que estava desaparecida há 30 dias

A procura por Mariane Telles terminou nesta quinta-feira (16/04), exatamente há 30 dias do desaparecimento da jovem. A triste coincidência foi confirmada por volta das 18h45min pelo coordenador do IGP, Leandro Paniago. “A análise óssea, e principalmente dental, que foi confrontada com a documentação do tratamento dentário, é compatível. O que nos permite afirmar que o corpo é de Mariane”, informou Paniago ao comentar que o corpo estava em avançado estado de decomposição.

O corpo foi encontrado no início da tarde em uma ribanceira por agricultores na Linha Palmital, interior de Jaborá. A Polícia Militar isolou o local, para que os agentes da Polícia Civil realizassem uma ampla varredura em busca de elementos que auxiliem as investigações, além de ser periciado pelo IGP.

De acordo com informações, os restos mortais de Mariane estavam debaixo de alguns galhos. A camiseta verde do Senai já dava indícios de que seria a jovem desaparecida. Conforme o coordenador do IGP, ela pode estar morta desde o dia do desaparecimento. O laudo completo só deve ficar pronto em 30 dias. “Vamos analisar os elementos que temos em mãos, que não são tão visíveis, para determinar como ela foi morta”, explicou.

Familiares chegaram ao Instituto Médico Legal por volta das 19h30 para o reconhecimento. O corpo foi liberado na sequência para a funerária, que informou que Mariane será velada ainda nesta quinta-feira na Igreja Luterana do bairro Cruzeiro do Sul em Joaçaba.

A Polícia Civil marcou uma coletiva com a imprensa às 10h da sexta-feira, oportunidade em que o delegado regional Daniel Régis vai se manifestar sobre o caso.

O desaparecimento misterioso

Mariane não retornou para casa na segunda-feira (16/03), após sair para o Senai em Joaçaba, onde era estagiária. A adolescente foi vista pela última vez durante o intervalo das atividades, às 15h. A jovem completaria 18 anos no último dia 08 de abril.



Fonte: Caco da Rosa




Comentários
0 Comentários